Coreia do Sul implanta sistema de monitoramento automático de deformação de barragens

Rede de infraestrutura coreana utiliza o sistema da Topcon em 13 barragens, com o intuito de formar um banco de dados de fácil acesso e elevado índice de confiança, mesmo em condições adversas.

Tem novidade vinda da República da Coreia, que está instalando uma rede de informação de manutenção de infraestrutura, com o objetivo de criar uma “sociedade onipresente”, ou seja, com novas tecnologias que permitam que usuários móveis estejam interligados com outros usuários e serviços, conhecida como “u-Korea”. Como parte da iniciativa, a Kowaco – Korea Water Resources Corporation, que desenvolve e administra os recursos hídricos e instalações de abastecimento de água do país, implementou um sistema de monitoramento de deformação de barragens multiuso.

A Kowaco opera com um sistema automático fornecido pela Topcon Positioning Group, representada no Brasil pela Embratop, que tem como sensor central uma Estação Total Robotizada e de alta precisão. Este sistema já está instalado em 13 barragens multiuso no país, com a função principal de gerenciar com eficiência e segurança as operações próprias de cada barragem, além de desempenhar outros papéis vitais na rotina dessas infraestruturas.

Com sede na cidade de Daejeon, a Kowaco é uma organização pública que conta com aproximadamente 4 mil funcionários. A empresa gerencia e opera 14 barragens multiuso em todo o país e, além de fazer o controle de água para evitar inundações, realiza tarefas como o fornecimento e gerenciamento de serviços de água e esgoto para a população.

O complexo de barragens multiuso é importante para a Coreia, em especial em Daejeon, cidade de grande porte com uma população circundante de 1,5 milhão de pessoas e que reúne fontes de águas termais ao seu redor. Entre elas estão as fontes de Yuseong, conhecidas como local de refúgio desde o período Baekje (18 aC – 660 dC). Além disso, Daejeon também é reconhecida como uma cidade científica, pois abriga a Daedeok Science Town, considerada no país como o “Vale do Silício” da Coreia.

 

Controle de monitoramento

O instrumento de monitoramento automático possui classificação IP64 de proteção ambiental, indicando extrema confiabilidade sob condições ambientais adversas. As medições de distância e ângulo oferecidas pelo programa de monitoramento atendem às demandas de alta precisão da Kowaco.

A Estação Total Robótica tem a capacidade de medir automaticamente os prismas localizados na estrutura da barragem e nas encostas vizinhas para monitorar qualquer deformação em tempo real.

O controle do monitoramento e do processamento de dados é realizado remotamente a partir do escritório de controle de barragens e de acordo com uma programação predeterminada. O histórico das medições é armazenado em um banco de dados e comparados com a situação original ou com datas anteriores, gerando assim, relatórios e gráficos de comportamento dos pontos monitorados de fácil interpretação.

Com a implementação de um sistema de monitoramento automático de deformação de barragens multiuso, as operações que eram feitas manualmente são agora automatizadas. Ações como pontaria aos prisma, além de coleta e armazenamento de dados totalmente automáticos, eliminam o erro humano, garantindo a confiabilidade das informações. Outro grande benefício deste sistema é a disponibilidade instantânea de dados, permitindo que eles sejam usados de forma mais eficaz.

A meta da Coreia do Sul é uma sociedade que una o espaço físico, em que vive a sociedade, com o conhecimento do espaço virtual da informação, introduzido pela revolução digital. Todos os níveis do governo são informatizados e em rede, com o objetivo de uma sociedade virtual focada na construção de infraestrutura e avanço tecnológico.

A automação do monitoramento de deformação de barragens multiuso da Kowaco é um passo importante em direção a esta meta. O atual sistema foi entregue ao governo e está em pleno funcionamento.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *