Seja Bem-Vindo

Entre ou Cadastre-se

Meus Pedidos

Acompanhe!

Seja Bem-Vindo
Entre ou Cadastre-se

Meus Pedidos

Acompanhe!

Destaques

Semi-Novos

Locação

Receptor GNSS Topcon Hiper auxilia MRS a construir mapas do CBTC

GNSS

CBTC (Communication Based Train Control – Controle de Trens Baseado em Comunicação) é o parceiro inseparável de todos os maquinistas da MRS, já que CBTC carrega o mapa completo da ferrovia onde o trem circula.

O CTBC exibe em sua tela, em tempo real, informações como a velocidade de circulação, a localização do trem, trechos de aclive e declive, localização das placas de quilometragem, passagens em nível, componentes de sinalização da rodovia e outras importantes informações, esse mapa completo é produzido através do levantamento topográfico realizado pela equipe da MRS com o receptor GNSS Topcon Hiper V.

Durante a análise do projeto da ferrovia, são determinados quais os elementos serão levantados em campo para depois constarem na tela de navegação do CBTC.

Segundo Eloiz Sampaio, Especialista de Manutenção Ferroviário da MRS, “para garantir dados de alta precisão, a equipe vai à campo com o par de receptores GNSS Topcon Hiper V. O receptor Base é posicionado na parte mais elevada do terreno, com o objetivo de garantir que o receptor realize um bom rastreio de satélites e que a correção RTK enviada pelo rádio UHF alcance a maior distância possível. A antena do Rover é transportada pela equipe de campo ao longo da ferrovia, coletando todas as informações necessárias a cada 15 metros”

GNSS

De volta ao escritório, os dados são ajustados no MAGNET Tools para que as observações estejam estatisticamente confiáveis e a partir daí sejam carregadas no mapa do CBTC.

Antes disso, o novo mapa é carregado no simulador do CTBC onde passará por rigorosos testes de qualidade.

Segundo Anelise Salzani, Gerente Geral de Engenharia de Manutenção da MRS, “os testes representam uma etapa muito importante, pois são eles que garantem a qualidade, confiabilidade e asseguram que todas as funcionalidades estão prontas para serem implementadas”.

Depois da aprovação, os mapas são carregados em todas as locomotivas via sistema de telecomunicação, uma grande rede composta por fibra ótica, torres e antenas de rádio, que conecta o Centro de Controle com toda a malha ferroviária da MRS.

Com inovação, muito conhecimento e aplicação da tecnologia dos receptores GNSS Topcon, a engenharia da MRS trabalha para a circulação de trens de forma segura e eficiente.

Fonte: Descubra como são feitos os mapas de bordo do CBTC

Rolar para cima
Precisa de ajuda?